destaque

destaque
10 de mai de 2012

VÍDEO DE QUINTA: MENINOS DE ROSA, MENINAS DE AZUL




4 comentários:

A FESTANÇA DO HORROR at: 10 de maio de 2012 05:35 disse...

Me ocorreu (claro k não se começa frase com pron oblíquo rsrs): o fato de meninos de rosa se referir a um menino específico e meninas de azul, do mesmo modo; já não é, em si mesmo, um índice e uma marca daquilo que se propõe combater?! Talvez, um olhar mais detido revele k o título, ainda k interessante, seja inadequado àquilo k se propõe.
* De todo modo, gostei muito do vídeo!

Rafael Mussolini at: 10 de maio de 2012 06:04 disse...

O seu ponto de vista é interessante. Sentí algo parecido com o nome do curta "não gosto dos meninos", que é inspirado no projeto "It Gets Better". Mas sem dúvida são vídeos ótimos.

Vinicius Kairalla at: 11 de maio de 2012 02:36 disse...

Olá, senhores!

Eu sou o produtor do minidoc e como muitos, os senhores não entenderam o nome e a proposta. Bom, eplicarei :)

Com o nome este projeto quis dizer "meninos PODEM usar rosa (ser sensível e gostar de coisas de menina, pois não há problema nenhuma nisso), meninas PODEM usar o azul (ter um jeito fora dos padrões estabelecidos pela sociedade).

Assim como o nome "Eu Não Gosto dos Meninos" trata-se de uma metáfora, um nome para a reflexão e não para a simples leitura. Por exemplo, no caso do filme "Eu Não Gosto dos Meninos" o que eles querem dizer é que o homossexual costuma rejeitar a ideia que gosta de meninos em um primeiro momento. Demora um pouco para o garoto(a) aceitar e dizer a si: OK, eu gosto do outro sexo sim, não tem problema nenhum nisso.

Abraços!

Rafael Mussolini at: 11 de maio de 2012 04:47 disse...

Olá Vinícius, obrigado por vir dialogar sobre a proposta. Sem dúvida o título leva a esse entendimento que você expôs agora, principalmente o "Meninos de rosa, meninas de azul". Os vídeo é muito bem produzido e por isso mesmo que o compartilhei, só estamos trazendo a discussão de que talvez, para os homossexuais, essa proposta esteja muito bem entendida, mas e para aqueles que não conhecem nada sobre os gays e que se baseiam apenas no senso comum, preconceitos e suposições sobre a homossexualidade?

Postar um comentário