destaque

destaque
2 de mai de 2017

20 nos da morte do educador Paulo Freire



Há 20 anos, às 6h53 do dia 2 de maio de 1997, morria no hospital Albert Einstein, em São Paulo, o patrono da educação brasileira Paulo Freire, aos 75 anos.

“Descobri que o analfabetismo era uma castração dos homens e das mulheres, uma proibição que a sociedade organizada impunha às classes populares.” – 29.mai.1994

“O Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização, implantado no regime militar) nasceu para negar meu método, para silenciar meu discurso.” – idem

“Eu não aceito que a ética do mercado, que é profundamente malvada, perversa, a ética da venda, do lucro, seja a que satisfaz o ser humano.” – 31.mar.1997

“Os negros no Brasil nascem proibidos de ser inteligentes.” – 1990


0 comentários:

Postar um comentário